8 passos para ser um Missionário Redentorista



Escolher um caminho e discernir nossa vocação nem sempre é fácil. Muitos desafios podem se apresentar e, muitas vezes, é difícil ter clareza sobre as etapas a percorrer até, efetivamente, se "chegar lá". Para quem escolhe a vida religiosa não é diferente.


Conheça o caminho vocacional e formativo percorrido pelos Missionários Redentoristas, em oito passos. Veja abaixo!


1 - Sentir o chamado de Deus para a vida religiosa O entendimento da vocação acontece através do crescimento pessoal e do amadurecimento como cristão. Isso se dá através da oração constante, da participação na comunidade e da Eucaristia. Estes três pilares são a base para que o jovem possa responder de maneira consciente ao chamado de Deus.


2 - Conhecer sobre os diversos carismas da Igreja

A Igreja Católica é rica em dons e carismas. Muitas congregações, institutos e comunidades estão espalhadas pelo Brasil e pelo mundo, cada uma delas com uma história e uma missão diferente. É importante que o jovem pesquise sobre essas famílias religiosas e conheça aquelas que despertam seu interesse de acordo com as áreas de atuação. Discernir é conhecer!


3 - Fazer contato com a Pastoral Vocacional Redentorista

Ao perceber que a Vida Religiosa Redentorista pode ser o seu caminho, é preciso fazer contato com a Pastoral Vocacional para iniciar o acompanhamento vocacional. Neste primeiro contato, são pedidas algumas informações básicas como idade, local de residência e escolaridade. Com estes dados em mãos, a Congregação Redentorista encaminha o jovem para a unidade redentorista mais próxima.


4 - Iniciar o acompanhamento vocacional

Após a análise dos dados, o candidato é convidado a iniciar o acompanhamento vocacional. Esta é uma grande oportunidade para que o vocacionado conheça melhor o carisma e a missão da Congregação Redentorista. Geralmente este processo dura aproximadamente um ano e é feito através de formação via internet e da participação nos encontros vocacionais.


5 - Participar dos encontros vocacionais

Os encontros são fundamentais para a continuidade do processo vocacional. São momentos únicos, em que os jovens têm a chance de conviver com Missionários Redentoristas por alguns dias, partilhando experiências e conhecendo mais de perto a rotina de uma casa de formação. É importante lembrar que ninguém ingressa na Congregação Redentorista sem ter participado dos encontros vocacionais.


6 - Ingressar na formação redentorista

Após o acompanhamento, sendo considerado apto para vivenciar a experiência formativa, o candidato é acolhido em uma casa de formação. É chegado o tão esperado momento de ingressar no seminário. O discernimento vocacional continua durante todo o processo formativo, que dura em média 10 anos.


7 - Assumir a missão redentorista como meta de vida

Todo novo dia é uma nova oportunidade de aprender mais sobre a vida comunitária e sobre a Missão Redentorista. Este é o propósito da caminhada formativa, que auxilia na confirmação da Vocação Redentorista.


8 - Professar os votos de pobreza, castidade, obediência e perseverança

Tendo vivenciado todas as etapas do processo formativo, o jovem consagra-se por meio dos votos evangélicos como Missionário Redentorista. Neste caminho, alguns optam pela vida sacerdotal e outros por serem Irmãos Redentoristas. Todos partilham o mesmo carisma e espiritualidade. A diferença entre estas duas opções é a questão ministerial, o serviço – Sacramento da Ordem – que recebe o sacerdote.


Escrito por Thamara Gomes

02 MAI 2019 - 15H26 (Atualizada em 07 JAN 2021 - 14H15)

Fonte: A12

6 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo