“Deus vos ama! Amai-O!”



A meditação sobre o mistério do nascimento de Jesus convida-nos a contemplar a manjedoura, percebendo a humildade e fragilidade da criança que, entre palhas, demonstra a loucura do Amor de Deus em busca do coração da pessoa humana.

O espanto deste olhar logo se torna encanto e, em seguida, leva-nos à acolhida amorosa no coração. Não é sentimentalismo ingênuo! É coração sensibilizado para se fazer doação também!

A espiritualidade da manjedoura é, na verdade, uma grande convocação: encontrar o sentido da vida e da vocação no compromisso de corresponder a tamanho amor. Na linguagem afonsiana: “Deus vos ama. Amai-o!”

Certamente, a herança de Santo Afonso deve ajudar-nos a perceber a grandeza do amor de Deus, expressa na encarnação do Verbo Eterno que, assumindo nossa condição humana, fez-se pobre. O que pode parecer tão óbvio, ganha ares de novidade numa cultura tão marcada pelo individualismo, pelo uso do poder na opressão, pela cultura de morte. O Menino Deus vem presentificar a comunhão, o poder serviço e a vida abundante.

O Presépio (a manjedoura) juntamente com a Cruz e o Santíssimo Sacramento, marcos de nossa espiritualidade, revelam o aniquilamento (Kénosis) de Cristo. Eis a Copiosa Redenção acontecendo desde o primeiro instante: o Sim de Deus se encontra com o Sim da pessoa humana.

"Ó Deus amado, ó quanto Te custou ter-me amado!" É o que canta a Igreja neste Natal do Senhor, com as palavras de Santo Afonso de Ligório, em seu famoso poema “Tu scendi dalle stelle” (Tu desces das estrelas). Inspirados por essa bela cantiga natalina, determinemo-nos também a pagar o preço do amor: o compromisso missionário com a vocação, a pertença sólida à Congregação, uma vida com mais simplicidade, a solidariedade com os excluídos!


Eis que lá das estrelas, ó Rei Celeste

Tu vens nascer na gruta, ao frio agreste

Ó Menino, meu Divino, eu te vejo aqui tremer

Ó Deus amado,

Ó quanto Te custou ter-me amado!


Abençoado Natal para toda a Família Redentorista!


Pe. Nelson Antonio Linhares, C.Ss.R.

Superior da Província do Rio

4 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo