top of page

Rezar nossa Vocação a partir da Palavra de Deus



A Igreja nos convida, no mês de setembro, a refletir sobre a importância da Bíblia em nossa caminhada enquanto povo de Deus. Podemos afirmar que este é o mês no qual tomamos consciência da necessidade de escutarmos, meditarmos e colocarmos em prática a Palavra de Deus em nossa vida. Deste modo, Deus comunica um projeto salvífico para seu povo e somos convidados a fazer parte de uma Aliança com o Deus da vida que chamou – e continua a chamar – a cada um de nós pelo nome para exercemos uma missão específica.


Em várias passagens bíblicas, encontramos relatos vocacionais de homens e mulheres escolhidos por Deus para uma missão específica e desafiante. Ao olharmos para a condição de muitos deles, eram pessoas simples, pobres, sem muito conhecimento, ou até mesmo não possuíam muitos atributos comunicativos, como foi o caso de Moisés, mas a graça atuante de Deus fazia dos pequenos e pobres um ato de revelação da sua obra salvífica.


As histórias vocacionais relatadas nas Sagradas Escrituras nos dizem muito do modo que Deus cuida dos seus escolhidos, ou seja, Deus capacita aqueles que Ele chama para uma missão. Quando refletimos em Êxodo sobre a libertação do povo de Deus da escravidão do Egito, encontramos a figura de Moisés, que não sabia falar, era gago, mas soube confiar e acolher a proposta de Deus para si e para seu povo que sofria. Ou quando olhamos para o Novo Testamento e encontramos a vocação dos discípulos de Jesus, homens que mesmo sem entender muito sobre o mistério salvífico, passam a ser anunciadores da obra da Redenção porque se permitiram serem tocados pela graça Redentora de Cristo.


Quando olhamos para o projeto salvífico de Deus nas Sagradas Escrituras, encontramos o Pai atuando através de pessoas que têm história, família, sonhos. São pessoas inseridas em contextos de vidas e que, ao mesmo tempo, ao deparar com o chamado divino, são transformados em homens e mulheres novos, atuantes a partir da graça de Deus, que levarão a frente com suas vidas aquilo que Ele sonha para seu povo.


Pensar e rezar a nossa vida a partir das Sagrada Escrituras é permitir-nos questionar: qual o nosso lugar na história da salvação e o que Deus espera de cada um de nós? Estamos abertos para a graça atuante de Deus em nós em prol de uma sociedade mais fraterna, mais livre? Somos vocacionados a partir da Palavra que nos chama, e ao mesmo tempo, capacita-nos para a missão. Sendo assim, o que cabe a cada um de nós é a fidelidade e abertura para sermos a presença de Deus no mundo.



Autor: Pe. Robson Araújo, C.Ss.R.

4 visualizações0 comentário
bottom of page