A Juventude do Papa

Mais de 3 milhões de jovens de diferentes culturas unidos em um único objetivo: a fé. A Jornada Mundial da Juventude, realizada de 23 a 28 de julho, no Rio de Janeiro (RJ), reforçou um pedido especial do Papa Francisco: que a juventude vá para as ruas, em nome da Igreja, anunciando sua fé. Em meio às adversidades encontradas durante todo o evento, como filas gigantescas para entrega de kits, falta de infraestrutura no transporte carioca, tempo chuvoso, entre outros fatores, os peregrinos respondiam com animação, sorrisos e músicas. A paz transmitida por essa multidão tocava os corações de quem, de alguma forma, acompanhou esse evento.

Milhares de fieis aguardavam o Papa em todos os trajetos percorridos pelo papamóvel. Mesmo debaixo de chuva, eles esperavam horas para ver o Santo Padre. “Estar na Jornada Mundial da Juventude e poder ver o Papa bem de perto é inexplicável. Valeu cada hora de viagem. É uma sensação que a gente gostaria de sentir sempre!”, afirmou um grupo de jovens de Iúna (ES). Acolhido pela multidão, ele parou algumas vezes para saudar os peregrinos. Tamanha foi a emoção de uma família carioca que conseguiu chegar um pouco mais perto do Pontífice: “Ter os filhos beijados pelo Papa foi uma benção muito grande! Até agora estou tremendo, esperei tanto por isso!”, festejou a mãe da criança beijada por Francisco.

A presença redentorista da Província do Rio ficou a cargo da Juventude Redentorista nos estados de Minas Gerais, Rio de Janeiro e Espírito Santo, além de diversos padres e irmãos. O Superior Provincial, Pe. Vicente Ferreira, C.Ss.R., foi um dos convidados da missa fechada realizada na manhã de sábado (27), na Catedral Metropolitana, com a presença de cerca de 700 bispos, 3.200 padres e diáconos, 400 religiosas e 500 seminaristas. “Muitas pessoas gostariam de participar, mas o espaço não comportou todo mundo. Então, agradeço a Deus a oportunidade de ter sido sorteado para ser um dos concelebrantes e estar junto ao Papa. Uma experiência muito contagiante de estar perto do nosso pastor maior. Para mim, escutar a mensagem, a oração muito simples e afável do Papa Francisco e estar junto dos meus colegas foi uma experiência enriquecedora que nos ajuda a levar ainda mais adiante o propósito de evangelizar”, declarou o Redentorista.

Segundo o Provincial, as palavras do Santo Padre servirão como motivação em sua missão evangelizadora: “Guardei a frase em que ele disse para não deixarmos os jovens dentro da igreja e, sim, enviá-los para as missões nas periferias e deixá-los levar a Palavra de Deus. Isso nos toca muito, pois somos de uma congregação missionária que é a Congregação Redentorista”.
Padre Vicente concelebrou também na Missa de Envio, realizada na manhã deste domingo em Copacabana, na companhia do Superior Geral Redentorista, Pe. Michael Brehl, e do Conselheiro Geral, Pe. Alberto Eseverri. No final da celebração, que encerrou as atividades da JMJ, o Papa anunciou o local da próxima Jornada Mundial da Juventude, em 2016: Cracóvia, na Polônia, terra natal de João Paulo II. A expectativa, agora, é que a missão evangelizadora com a juventude cresça cada vez mais, fazendo dos jovens os verdadeiros protagonistas da Igreja. “A semente foi plantada e ela tem que germinar! A força da juventude só tem a crescer com a realização da JMJ”, afirmou a jovem Isabel, uma das voluntárias do evento.

 

Veja mais Fotos!
Fonte: www.provinciadorio.org.br

Please reload

Destaque

Oração pelas Vocações Redentoristas

November 11, 2019

1/10
Please reload

Notícias recentes

Please reload

MÍDIAS SOCIAIS

 

Notícias

Acompanhe todas as notícias do Secretariado Vocacional Redentorista