Um pouco sobre o Noviciado Redentorista...

O tempo do Noviciado é uma etapa bastante rica e fecunda no processo de formação Redentorista. Apesar de estar só começando, já pude experimentar um pouco da beleza desse tempo especial da graça de Deus no meu caminho vocacional. De acordo com as nossas Constituições, o tempo do Noviciado é o momento em que os candidatos à vida religiosa redentorista experimentam de maneira mais intensa, o modo de viver da Congregação, o aprendizado sobre a história e a vida desta, e com a mente e o coração ser impregnado pelo espírito e carisma de nossa Congregação (Const. 86). Em outras palavras, poderíamos dizer que o Noviciado é o momento em que buscamos nos apaixonar de modo mais intenso por este projeto, pois a consequência de todo esse processo de enamoramento será a profissão dos votos, que é a expressão de nossa pertença e entrega da nossa vida ao Cristo Redentor.

 

O nosso dia-a-dia é organizado de modo que a vida de oração e o cultivo da espiritualidade redentorista permeiem todos os momentos, desde as simples e necessárias tarefas do cotidiano, passando pelos vários cursos ao longo do ano, até o trabalho pastoral no meio do povo, que é a marca do nosso SER Redentorista. No Noviciado, nós somos convidados a refletir na intimidade de quem nós somos sobre o objetivo de nossa Congregação: “Continuar o Cristo Redentor...”, e de que maneira, nós poderemos contribuir com a missão de nossa Família Missionária, a partir dos nossos dons e da nossa novidade. É hora de olharmos mais uma vez para a nossa vocação e darmos uma resposta mais concreta e comprometida, sempre contando com o auxílio da graça de Deus!

 

Além disso, estamos vivendo em um Noviciado Interprovincial, isto é, que reúne noviços de 6 Províncias Redentoristas do Brasil, e isso é uma riqueza para a nossa vida comunitária, pois as histórias de vida dos outros companheiros de noviciado, bem as outras experiências da vida redentorista em cada província, e as outras expressões culturais de cada região somam às vivências que trazemos! Afinal de contas, esse é momento de firmamos as bases de nossa vida em comum, pois o aprendizado do “viver-com” que nos acompanhou desde as etapas iniciais, é chamado a se expressar de modo mais intenso e amadurecido no convívio com os confrades.

 

A presença sempre atenta do nosso Mestre, Pe. Dal Bó e do Vice-mestre, Pe. Rudolfo nos anima a seguirmos em frente nos caminhos do Redentor nos recordando sempre o que diz a Constituição 20, sobre como deve ser a vida do Missionário Redentorista: “Fortes na fé, alegres na esperança, fervorosos na caridade, inflamados no zelo, humildes e sempre dados à oração...” E assim, vamos seguindo em frente por aqui, sabendo que muito mais pode fazer a graça de Deus em nós, que a Redenção precisa acontecer primeiramente em nossas vidas, para que também nós possamos ser sinais de vida e redenção para os mais pobres e abandonados, e que junto d’Ele é abundante, é copiosa a Redenção.

 

Rodrigo Costa Silva, Noviço Redentorista, 23 anos.

Please reload

Destaque

Música: Instrumento de Evangelização

November 22, 2019

1/10
Please reload

Notícias recentes

Please reload

MÍDIAS SOCIAIS

 

Notícias

Acompanhe todas as notícias do Secretariado Vocacional Redentorista