O desejo de ser instrumento de transformação é a principal motivação de seminarista

A Comunidade Vocacional São Clemente está situada em Juiz de Fora (MG) e é a segunda Casa de Formação no processo de preparação do Missionário Redentorista na Província do Rio. Depois de passar pela Comunidade Vocacional Santo Afonso, o formando faz o Curso  de Filosofia na Universidade Federal de Juiz de Fora. No ambiente acadêmico, busca-se alargar a consciência da História e do mundo. Trabalha-se de forma mais profunda a identidade Redentorista. Nesta etapa, os jovens são inseridos no trabalho pastoral e nas Missões Redentoristas. O seminarista  Maycon Ferreira Martins, 21anos, natural de Raul Soares (MG),  entrou na Santo Afonso em 2011 e em  2012 seguiu para a  São Clemente. Nesta entrevista, ele conta como  começou sua caminhada vocacional.

 

Em qual ocasião da sua vida teve o primeiro contato com a Igreja Católica?

 

Sempre fui educado no Credo Católico, porém, meu contato com a Igreja se deu por volta dos meus dez anos de idade, quando recebi um convite para participar das celebrações na comunidade na qual eu pertencia. Daí por diante me iniciei como um jovem participativo na vida de minha comunidade e crescendo cada vez mais na fé e no serviço.

 

 Em qual momento sentiu algo especial, que o levou a acreditar que trilharia um caminho diferente?

 

Acredito que esse despertar vocacional, que é o momento que percebemos que somos chamados para algo e que a partir daí nossa vida poderá tomar rumos diferentes. Comigo aconteceu durante as Missões Redentoristas em minha cidade. Na ocasião, eu tinha 17 anos e estava acompanhando os missionários nas visitas às casas. Foi onde tive o primeiro contato com os Redentoristas.

 

Qual foi a reação da família, teve apoio de todos ou não concordaram com sua decisão?

 

Graças a Deus me apoiaram em tudo, principalmente minha avó, que me criou desde novo. Tinham consciência de que eu sabia de minhas escolhas e não queriam influenciar em minha decisão.

 

Cite pessoa (s) que considera importante (s) para sua escolha vocacional e fale da atuação dela (s) em sua vida.

 

Primeiramente, minha avó, que me deu todo apoio, me educou na fé e está sempre intercedendo por mim em tudo. Por ser um modelo de pessoa que lutou e luta, de perseverança e de amor.

Depois, alguns padres, que para mim são grandes inspirações no que concerne a vocação, perseverança, entrega total para o projeto de Deus, exemplo de vida!

 

De que forma lida com a saudade da família e com a necessidade de se adaptar a pessoas e lugares diferentes?

 

Nesses quase quatro anos, a gente vai se acostumando com a rotina e, como a dinâmica da adaptação é sempre constante em uma vida religiosa, vou me educando dia a dia! A saudade da família vai sendo suprida pelos contatos que temos e os momentos de férias que aproveito para estar ao lado da família curtindo cada momento.

 

Qual o Santo da Congregação Redentorista que mais te inspira em sua caminhada vocacional?

 

Gosto muito de São Geraldo, pelo seu exemplo de insistência vocacional, teve muitas portas fechadas e mesmo assim continuou perseverante, não obstante suas fragilidades.

 

De que forma acha que pode ser um instrumento de transformação e ajudar a quem mais precisa, sendo padre ou irmão?

 

Acredito que o sacerdote tem muita influência na formação de opinião, então, poderei ser um instrumento de transformação nas palavras e acima de tudo nas ações. A vida religiosa é uma porta para se chegar mais facilmente onde está quem mais necessita.

 

Quais características da Congregação Redentorista chamaram mais sua atenção quando escolheu onde se formaria padre ou irmão?

 

Esta pergunta, se for feita para todos seminaristas, acredito que todos responderão de forma diferente, um jeito especial de acolhimento. Ficamos à vontade onde somos bem acolhidos! Além do carisma dos Redentoristas e o exemplo de missão que sempre me chamou atenção.

 

Deixe um convite especial aos jovens que sentem o chamado do Redentor no coração.

 

Você, jovem que sente o desejo de sair pelo mundo ajudando quem precisa, não tenha medo de largar sua casa e seguir adiante. O projeto que Deus tem para você é sempre desafiador, mas ele te dará as condições necessárias para seguir em frente. Arrisque-se e abra-se para o projeto de Deus em sua vida. “Não tenha medo, pois daqui em diante, te farei pescador de homens” Lc 5,10.

Please reload

Destaque

Segundo Noviciado Redentorista

January 22, 2020

1/10
Please reload

Notícias recentes

Please reload

MÍDIAS SOCIAIS

 

Notícias

Acompanhe todas as notícias do Secretariado Vocacional Redentorista