Diácono Fagner expressa em poema alegria com sua ordenação

 

O Senhor é o meu prêmio[i].

Ele é minha força meu cantar, minha alegria.

Se eu o amar de todo o meu coração, serei o presbítero que Ele quer.

 

A palavra do Senhor irá fazer morada em mim.

 Serei seu ministro, por isso seus ensinamentos serão acolhidos com adoração e devoção, e produzirá frutos para que eu possa ser testemunho,

com minha vida e minhas palavras.

 Amarei a palavra do Senhor e sem ela não viverei.

O Senhor me ama e eu o amarei, somos dois amantes.

 

Ele está em mim, e eu Nele, somos um e o mundo verá nosso amor.

 

Nisto consistirá minha vida e meu ministério:

viverei para amar a Deus e amar os meus irmãos,

darei a minha vida.

Foi para isso que nasci, essa é minha missão e vocação.

 

Sim Senhor, aceito este serviço para maior glória tua.

Peço que o Espírito me conduza e venha de encontro a minha fraqueza.

Me faça humilde e servidor do teu povo.

Que eu escute sempre a tua voz e faça tudo de acordo com a tua vontade.

Que tua palavra seja fecunda em meu coração, minha companheira e mestra.

 

Senhor, sei que não sou digno,

Mas em atenção a tua palavra, darei a minha vida por este ministério.

É para mim uma grande graça poder servi-lo,

faça se em mim a tua vontade.

 

A oração será para mim o meu alimento,

Nela eu encontro o Senhor,

com ela eu presto serviço a meus irmãos,

dela nunca mais me afastarei.

 

Senhor o que mais quero é estar com teu Filho na obra da Redenção,

esta é minha realização

 

Obedecerei aos meus superiores, porque significa ser obediente a ti,

quero fazer a tua vontade,

esta será minha alegria.

 

Dai-me Senhor a graça que necessito,  

Dai-me a graça de amá-lo de todo o coração,

e de servi-lo por toda a minha vida.

 

Fagner Dalbem Mapa, C.Ss.R

 

Fonte: www.sabordafe.com

 

Please reload

Destaque

Segundo Noviciado Redentorista

January 22, 2020

1/10
Please reload

Notícias recentes

Please reload

MÍDIAS SOCIAIS

 

Notícias

Acompanhe todas as notícias do Secretariado Vocacional Redentorista