Santo Afonso, missionário e amigo dos pobres

 

 

Santo Afonso foi um missionário atento aos sinais dos tempos, com uma capacidade extraordinária de rever as práticas pastorais, assim como discernir objetivos e caminhos. Por isso viveu inúmeros êxodos vida a fora, sempre buscando responder com mais audácia ao projeto de Deus. Sua profunda e intensa vida de oração, sensibilidade missionária, coração cheio de fé e bondade, tornava-o atento aos desafios e à realidade em sua volta. Acomodar-se nunca foi uma postura de Afonso!

Por isso, esse homem de Deus logo percebeu e se identificou com a realidade dos empobrecidos. Trabalhava incansavelmente em sua terra natal. Não perdia um minuto na vida. Atento às urgências pastorais da sua época, dedicava todo o seu tempo em pregações, confissões, visita aos doentes, escritos, canções e sobretudo rezando com o povo. Mas, ainda assim, estava à procura do grande tesouro pelo qual se tornaria o fundador da Congregação Missionária, “pois onde estiver o seu tesouro, aí estará o seu coração”, Mateus 6, 21. 

 

Mas qual foi esse grande tesouro? Jesus Cristo, como o Santíssimo Redentor e os pobres abandonados! Com certeza, o amor a Jesus Cristo e o amor aos pobres se transformaram em um só amor para o missionário Afonso. Diante da sua experiência com os pobres, deixou a cidade de Nápoles, na Itália, fazendo seu êxodo definitivo ao dirigir se para Scala, “para viver entre os casebres e os currais dos pastores”. Os pobres tornaram-se não só os destinatários preferenciais da missão de Afonso e seus seguidores, mas também o seu novo mundo. Para os pobres e por eles, gastou toda a sua vida, seus dons e talentos.Esses pobres transformaram-se no grande sinal da fidelidade da Congregação fundada por Afonso à sua missão na Igreja. Bonito é saber que nosso querido São Geraldo foi um fiel seguidor de Santo Afonso. Como Afonso, Geraldo também foi um apaixonado pelos pobres e abandonados. Portanto, para os Redentoristas e você, romeiro e devoto, Santo Afonso e São Geraldo são modelos para levarmos a Boa Nova, mas com especial preferência aos pobres e abandonados que vivem à margem da Igreja e da sociedade. Vamos juntos e de mãos dadas apostar neste sonho de Santo Afonso e São Geraldo e vermos no pobre e abandonado rastros de um Deus amoroso?

 

Angelo Farias - Missionário Leigo Redentorista Belo Horizonte-MG

farias.angelo@yahoo.com.br

 

Please reload

Destaque

Segundo Noviciado Redentorista

January 22, 2020

1/10
Please reload

Notícias recentes

Please reload

MÍDIAS SOCIAIS

 

Notícias

Acompanhe todas as notícias do Secretariado Vocacional Redentorista