Mistério Pascal, Mistério da Misericórdia

 

Durante as exéquias de São João Paulo II, celebradas no dia 8 de abril de 2005, na Praça de São Pedro em Roma, o então cardeal Ratzinger apontou a misericórdia como a ideia-diretriz do falecido papa e disse: “Ele mostrou-nos o mistério pascal como o mistério da misericórdia divina”. Se o nome de Deus é Misericórdia, se a mensagem de Jesus é Misericórdia, se tudo n’Ele fala de misericórdia e n’Ele nada há que seja desprovido de compaixão, é na cruz que “a revelação do amor misericordioso atinge o seu ponto culminante. O perdão supremo oferecido a quem O crucifi cou mostra-nos até onde pode chegar a misericórdia de Deus. Na sua ressurreição, Cristo revelou o Deus do amor misericordioso. O Cristo pascal é a encarnação defi nitiva da misericórdia, o seu sinal vivo” (S. João Paulo II na Encíclica Dives in misericordia n. 8).

 

Em muitos lugares dos evangelhos, lemos a expressão “comoveu-se”, “encheu-se de compaixão” referindo-se a Jesus; a expressão é usada também na parábola do bom samaritano e na do pai do filho pródigo. Misericórdia é o ato pelo qual Deus vem ao nosso encontro. Misericórdia é o caminho que une Deus e o homem, porque nos abre o coração à esperança de sermos amados para sempre, apesar da limitação do nosso pecado. Mas em nenhum momento a misericórdia divina foi tão grande como na “hora de Jesus”, quando Ele vivencia o maior dos amores dando a vida pelos irmãos. Antes de morrer, Ele ainda reza pelos seus algozes e abre as portas do paraíso ao ladrão arrependido. Nesta hora, o Pai não poupou seu pró- prio Filho, mas o entregou por nós, de tanto que amou o mundo! A maior das misericórdias é um Deus morrer pelas suas criaturas!

 

“O ponto culminante da ação misericordiosa de Deus se dá na Cruz e na Ressurreição de Jesus Cristo. É esta totalidade do mistério pascal que nos revela a profundidade do amor misericordioso de Deus Pai por nós. Aliás, a liturgia da Igreja sempre soube cantar isso na Vigília Pascal, que felicita aquela noite chamando-a de ‘maravilhosa’ por merecer tão grande Redentor que recria tudo segundo o coração misericordioso de Deus. Naquela noite é derramada toda a misericórdia de Deus sobre nós, seus filhos e filhas. E ali se dá a comunicação mais profunda da totalidade do amor misericordioso do Pai por nós, por meio de seu Unigênito, Jesus Cristo, que é o toque do amor eterno que se debruça sobre a humanidade inteira, principalmente para com os últimos, como que num amor visceral por seus filhos” (Carta Pastoral de Dom Orani de 13.12.2015). Feliz Páscoa, meu irmão! Feliz Páscoa, minha irmã! Que o amor imenso de Cristo transforme nossas vidas!

                 

 

 

                                                                           Pe. José Raimundo Vidigal, C.Ss.R. Campos dos Goytacazes, RJ

                                                                                          Akikolá Edição n° 290  de Março de 2016

Please reload

Destaque

Segundo Noviciado Redentorista

January 22, 2020

1/10
Please reload

Notícias recentes

Please reload

MÍDIAS SOCIAIS

 

Notícias

Acompanhe todas as notícias do Secretariado Vocacional Redentorista