Nosso processo formativo

          

 

Sempre houve uma clara consciência da necessidade de uma boa formação, pois “o vigor da Congregação para continuar a sua missão apostólica depende do número e da qualidade dos candidatos que queiram incorporar-se à comunidade redentorista” (C. 79). Nosso processo formativo busca desenvolver a pessoa de forma integral, por isso trabalha as diversas dimensões da pessoa:

          Dimensão Humana, que busca o crescimento no aspecto físico, emocional e psicológico. Tal dimensão bem trabalhada possibilita uma abertura maior para o amor para com os outros, como também entrega e sacrifício pessoal, autenticidade e liberdade, habilidades para tomar decisões e disponibilidade para servir desinteressadamente.

       A Dimensão Espiritual, para os Redentoristas, é ao mesmo tempo origem e fruto da missão, pois aprofunda a capacidade para caminhar nos mesmos passos do Cristo Redentor, desenvolve o gosto pela oração, amadurece o espírito de fé, esperança e caridade, dá uma maior consciência da necessidade da missão, possibilita uma flexibilidade e criatividade no apostolado. Dimensão Comunitária, que desenvolve as capacidades de relação interpessoal necessárias para viver e trabalhar numa comunidade apostólica. O trabalho feito nessa dimensão busca aprimorar as qualidades necessárias para a vida em comum: caridade fraterna, abnegação de si, disponibilidade para todos, trabalho em equipe, sinceridade de coração.

    A Dimensão Acadêmica busca aperfeiçoar a pessoa nas ciências humanas e sagradas, necessárias para a nossa vida e trabalho. É uma dimensão importante, pois ajuda a entender a realidade, possibilitando ao Redentorista ter instrumentos para evangelizar as culturas.

     Já a Dimensão Pastoral visa um desenvolvimento das habilidades para exercer o apostolado, especialmente entre os mais abandonados e pobres. O fim apostólico da Congregação perpassa toda a formação. Assim, essa dimensão quer suscitar um profundo amor pelos mais abandonados, promover experiência em pastorais que ajudem os candidatos a ampliar suas capacidades para assumir responsabilidades. Essa formação leva o aspirante a dar o justo valor não só à própria cultura, mas a todas, para poder buscar o diálogo com elas e poder transmitir o Evangelho sempre de forma inculturada. É também uma preocupação da nossa formação formar para um estilo de vida mais simples, sem ostentações, como um sinal de desprendimento pelo Evangelho. O processo formativo deve ajudar a não se deixar seduzir pelo materialismo da nossa época e estimular a um compromisso de serviço aos pobres. A formação se dá durante toda a vida e é de extrema importância, pois somos seres em evolução; não existe um momento em que poderíamos dizer que já estivéssemos prontos.

 

 

 

 

                                                                                                                 Pe. Fagner Dalbem Mapa, C.Ss.R. Juiz de Fora, MG

                                                                                                                          Akikolá Edição n° 290  de Março de 2016

Please reload

Destaque

Oração pelas Vocações Redentoristas

November 11, 2019

1/10
Please reload

Notícias recentes

Please reload

MÍDIAS SOCIAIS

 

Notícias

Acompanhe todas as notícias do Secretariado Vocacional Redentorista