Testemunho Vocacional: Gedson Pablo Mendes Santos

 

O jovem que sentiu no coração o chamado à vocação, e escolheu a Congregação Redentorista para servir a Deus, passa por várias etapas de formação. O primeiro passo é entrar em contato através da Pastoral Vocacional (PV) e, em seguida, começar o Acompanhamento com a equipe da PV. Depois participa de retiros e encontros vocacionais ao longo do ano e, se aprovado, no ano seguinte, ingressa nas Comunidades Vocacionais Santo Afonso ou São Clemente. Após estes primeiros anos de contato com o carisma redentorista e de muito estudo acadêmico, o formando segue para a etapa de maior introspecção, o Ano de Síntese Pessoal das Experiências Substantivas (Ano SPES). A ideia é que  possa fazer uma revisão e aprofundamento de que tudo que já viveu na Congregação, para alcançar um discernimento vocacional consistente. A Comunidade Vocacional se localiza na cidade de Coronel Fabriciano (MG), junto à Comunidade Redentorista. O jovem Gedson Pablo Mendes Santos, que está vivenciando o Ano SPES e candidato a sacerdote, falou um pouco de sua trajetória para o site da Pastoral Vocacional:  

 

Fale um pouco de como percebeu o chamado de Deus à vocação religiosa? E como foi seu contato com a Congregação Redentorista?

Gedson Pablo: Relembrar o chamado de Jesus à vocação religiosa é como reviver a alegria do chamado. Tudo começou no dia 02 de janeiro de 2010. Neste dia, houve uma ordenação presbiteral na minha Paróquia, Nossa Senhora da Assunção, em Porteirinha – MG. Nunca havia participado de uma ordenação e foi nesta que senti o primeiro chamado a ser padre. Porém, não imaginava como iria aprofundar neste desejo, pois nunca havia cogitado essa possibilidade de me tornar um padre. No entanto, naquele dia, senti o chamado para uma vocação especial na Igreja. Então, através de uma conversa com a Irmã Mônica, Filhas de Jesus (F.I), fui orientado a rezar pedindo a Deus que me mostrasse o carisma no qual eu seria chamado a me realizar vocacionalmente. Foi então que, após um tempo de orações, descobri o chamado a ser missionário, a saber, ir por todo o mundo e pregar o Evangelho a toda criatura (Mc 16,15). Assim, através da internet, encontrei na vida de Santo Afonso, no seu desejo de evangelizar os mais pobres e abandonados, e no carisma da Congregação Redentorista a realização da minha busca. Depois de um ano de acompanhamento vocacional com o Pe. Mauro, C.Ss.R, ingressei na Comunidade Vocacional Santo Afonso em fevereiro de 2011.

 

 

Como foi a experiência nas Comunidades Vocacionais Santo Afonso e São Clemente?

 Gedson Pablo: Foi na Santo Afonso que vivi a alegria do discipulado e dei os primeiros passos no seguimento do Redentor. Lá eu aprendi que é na liberdade, na responsabilidade e na solidariedade que constituímos uma comunidade fraterna onde, enquanto irmãos, partilhamos a alegria da vida, os sonhos, os medos e as preocupações. Foi um ano que aprendi a respeitar e reconhecer no outro a pessoa de Jesus e consegui ver na pessoa dos formadores, Pe. Américo e Irmão Aníbal, exemplos do carisma da Congregação Redentorista. Após realizar a prova do vestibular da Universidade Federal de Juiz de Fora, iniciei meus estudos vivendo na Comunidade Vocacional São Clemente. Esse período foi incrível na minha vida, pois amadureci no convívio com os colegas, aprofundei na reflexão sobre a vida, sobre Deus e o mundo através da Filosofia. Foi na São Clemente que aprendi a rezar a minha vocação em meio aos questionamentos filosóficos e, por outro lado, através do contato com as pessoas na pastoral e nas missões. Foram quatro anos onde os formadores, Pe. Lúcio e Pe. José Maurício, me ajudaram no crescimento das várias áreas da minha vida, a saber, afetiva, espiritual, comunitária e pastoral.

 

Quais são as expectativas para o Ano SPES?

Gedson Pablo: É muito gratificante para mim, após cinco anos em Juiz de Fora, poder dar mais um passo na etapa formativa. Neste sentido, vejo o Ano SPES como uma etapa primordial para a renovação da minha esperança vocacional. Espero que esse ano eu possa aprofundar ainda mais no conhecimento de mim mesmo e continuar a descobrir os anseios vocacionais que emergem do meu coração. Para isso, imagino que o SPES será um tempo de viver na intimidade com Deus. Como Santo Afonso propôs viver a “solidão do coração” na Prática da Oração Mental a fim de entrar em sintonia com o coração de Jesus, eu, também, desejo viver um ano de profundo mergulho no mistério de Deus. Assim, minha expectativa é aproveitar o máximo a dinâmica deste ano, contando com a ajuda do nosso formador Pe. Edson e do meu colega de turma, Maycon.

 

Deixe um recado aos jovens que sentem o chamado, mas ainda não deram sua resposta?

 Gedson Pablo: Você, jovem, que sente o amor de Jesus por você e O ama, tenha coragem de se perguntar sobre a sua vocação, ou seja, se perguntar a que e a quem você é chamado a servir enquanto batizado. Pois, como diz Jesus: “A messe é grande, mas os trabalhadores são poucos” Mt. 9, 37. São muitas pessoas, sobretudo os pobres e abandonados, que necessitam que nós os acompanhemos no caminho de Cristo, dando-lhes esperança para viver a dignidade de filhos de Deus. Escute o chamado de Jesus que diz: “Vem e segue-me” e entre em contato com os Missionários Redentoristas.

Please reload

Destaque

Oração pelas Vocações Redentoristas

November 11, 2019

1/10
Please reload

Notícias recentes

Please reload

MÍDIAS SOCIAIS

 

Notícias

Acompanhe todas as notícias do Secretariado Vocacional Redentorista