Pausa para o discernimento

 

 

 

Jovens vocacionados da Província do Rio se reuniram no Seminário da Floresta, em Juiz de Fora/MG, de  25 a 28 de agosto, para o Encontro Vocacional. O segundo encontro do ano foi coordenado pelo Promotor Vocacional, Padre Bruno Alves Coelho, C.Ss.R., e contou com a participação de seminaristas que já estão na caminhada na Congregação Redentorista. 

Na tarde de sábado, dia 27, o seminarista da Comunidade Vocacional São Clemente em Juiz de Fora, Thiago Costa, partilhou sua história até entrar para a Congregação Redentorista e explicou para os vocacionados um pouco de cada etapa de formação para que se tornem Missionários Redentoristas. O Fráter da Província do Rio, Vinícius Tinti, conversou com os candidatos à vida religiosa sobre a etapa de formação em que está, falou da exigência de muita dedicação pela Faculdade de Teologia e das horas de estudos que deve dispor.

O Encontro Vocacional busca iluminar o jovem candidato em sua resposta ao chamado de Deus. A interação e troca de experiências com os formandos faz com que vejam de perto como funciona as etapas de formação e o que os espera caso ingressem na Congregação Redentorista.

 

Confira a entrevista com Padre Bruno Alves Coelho: 

 

 Quantos jovens participaram do encontro?

            Participaram deste Encontro Vocacional cinco jovens, vindos das seguintes cidades: Betim, Ipaba, Timóteo, Vieiras (ambas do estado de Minas Gerais) e Campos dos Goytacazes, do estado do Rio de Janeiro. As idades também variaram bastante: o mais jovem com 15 anos e o mais velho com 39 anos de idade.

 

Como está organizada a dinâmica do Encontro?

            O Encontro está estruturado praticamente em dois dias intensos, com atividades desde às 7h da manhã até às 23h, entrepostas a duas metades de dias, um para chegada e outro para partida. Para melhor ilustrar esta estrutura, o encontro teve início com o jantar no dia 25/08, quinta-feira, e terminou com o almoço no Domingo, dia 28/08.

            Nos dois dias cheios do encontro, a dinâmica é bem variada. Iniciamos sempre o dia na capela e lá terminamos toda noite. Durante a manhã e a tarde, desenvolvemos as atividades próprias do Encontro Vocacional Redentorista que buscam levar o jovem a um discernimento vocacional livre e verdadeiro a partir dele mesmo e de sua história pessoal de vida. A cada duas ou três horas, durante todo o dia, fazemos pausas para descanso e refeições/lanches.

            De forma concreta o encontro é composto por muitas e variadas atividades: orações, Eucaristias, cantorias, palestras, dinâmicas em grupo, dinâmicas ao ar livre, leituras, entrevistas com psicólogas e monitores (geralmente um redentorista professo), filmes, escritas e desenhos desenvolvidos pelos vocacionados. Tais atividades são distribuídas ao longo dos dias de encontro fazendo com o tempo seja bem aproveitado e o encontro flua bem e de maneira leve.

 

Quem compõe a equipe de trabalho?

            Esta equipe de trabalho foi menor por causa do pequeno grupo a ser acompanhado. Assim, formamos a equipe: seminarista Tiago (Comunidade Vocacional São Clemente), que ficou responsável por questões práticas, sinaleiro e algumas palestras; Fráter Vinícius (Comunidade Vocacional Dom Muniz), responsável por acompanhar os jovens como monitor e também pela música; psicóloga Andréia, responsável por acompanhar os jovens em seu desenvolvimento psico-afetivo-sexual e eu, Padre Bruno, Promotor Vocacional de nossa Província.

 

 Qual temática orienta o Encontro?

            Todo encontro Vocacional Redentorista tem a temática orientadora do discernimento vocacional à luz de Jesus Cristo, ou seja, embora faça parte já da formação inicial redentorista, nossos encontros não estão preocupados unicamente em colocar mais jovens em nossas casas de formação. Por isso, trabalhamos todos os tipos de vocação na Igreja e no mundo e enfatizamos muito o discipulado como caminho de vida para todo cristão, independentemente de entrar para o seminário ou não. Ou seja, antes de formarmos Padres e Irmãos Redentoristas, queremos despertar no coração do jovem e em sua existência seu ser cristão. Para aqueles que realmente fazem um discernimento para a vida religiosa, o mais importante aqui é que o jovem se sinta chamado por Deus, se identifique com a espiritualidade e o carisma da Congregação e queira responder positivamente a esta proposta.

 

Qual o sentido deste segundo encontro do ano para os jovens vocacionados?

            Todo vocacionado deve participar de pelo menos um encontro vocacional ao longo do ano. O Encontro é um tempo de maturidade e definição para os jovens que já estão há algum tempo em acompanhamento com nossa Pastoral Vocacional pelo Curso Vocacional por Correspondência (CVC). Para estes cinco jovens que participaram do Encontro Vocacional de Agosto/2016 o sentido é fundamental para suas caminhadas: dos cinco, um foi indicado a seguir novos rumos, assumindo sua vida como leigo engajado em sua comunidade e quatro foram indicados para participarem do Estágio Vocacional Redentorista em janeiro de 2017, onde terão uma oportunidade ímpar de aprofundarem-se ainda mais no mistério vocacional e trabalharem suas histórias de vidas de forma  que livres e conscientes, optarem ou não pela vida consagrada redentorista.

 

 

 

Please reload

Destaque

Música: Instrumento de Evangelização

November 22, 2019

1/10
Please reload

Notícias recentes

Please reload

MÍDIAS SOCIAIS

 

Notícias

Acompanhe todas as notícias do Secretariado Vocacional Redentorista