A alegria de servir como irmão Redentorista

 

 

O sábado, 21 de janeiro, foi de alegria para a Congregação Redentorista, Província do Rio. O jovem João Paulo da Silva fez sua Profissão Religiosa com a presença de familiares, amigos e de confrades Redentoristas.  A celebração presidida pelo superior Provincial, padre Américo de Oliveira, C.Ss.R., aconteceu na Igreja Nossa Senhora da Glória, em Juiz de Fora (MG).

Padre Américo destacou em sua homília que a palavra de Deus deve ser luz para o nosso caminho e que a missão principal do Redentorista é o anúncio explícito da palavra. Mas chamou atenção para o fato de que antes de anunciar, o religioso deve acolher e praticar. Que o coração deve ser trabalhado pela palavra de Deus.

O provincial salientou também a característica missionária, tão importante para o Redentorista.

-Ele deve estar sempre em processo de transformação. A vocação missionária exige êxodo, partida. Mas este jeito diferente de viver faz parte da missão de estar com Jesus, caminhar com ele e abraçar seu projeto, pois a vocação consagrada nasce do profundo encontro com a pessoa de Jesus Cristo. O religioso é o homem do encontro e tem a missão de criar esta cultura.

Padre Américo ainda lembrou que “para o Redentorista é lei essencial viver em comunidade e que, com a vida consagrada religiosa, dar continuidade à forma de vida de Jesus é a radicalização da consagração batismal. O religioso vive a castidade, a pobreza e a obediência de Cristo. Os votos são a expressão de entrega total a Jesus, aos pobres e mais abandonados”.

Ao final da homilia, o provincial falou da importância do irmão para os Redentoristas, lembrando um pouco a história da fundação da Congregação.

- Ser chamado de irmão é algo grandioso, nobre. Jesus se fez nosso irmão. Na fundação da Congregação, todos os colegas sacerdotes abandonaram Santo Afonso. Ficou apenas o Irmão Vitor Curzio e foi ele quem ajudou Santo Afonso a reerguer a Congregação. É uma referência para os irmãos. Depois, tivemos São Geraldo Majela, tão amado e conhecido pelo povo, que deixou um testemunho profundo de amor aos pobres e abandonados.

Ao neo-professo, o Provincial deixou uma mensagem de carinho e externou a alegria vivida pela Província:

“Nos alegramos muito. Depois do caminho de discernimento, crescimento e tantos obstáculos vencidos, bendizemos a Deus pela sua vida, pela família que gera e cuida dos frutos da vocação e seus formadores. Confie na graça de Deus, nos Santos Redentoristas, em Nossa Senhora do Perpétuo Socorro e conte com seus confrades. Estaremos sempre com você”.

João Paulo expressou também seu carinho a todos que o apoiaram em sua caminhada:

- Quero expressar minha gratidão pelo caminho percorrido, agradecer à família pelo apoio e incentivo, meus pais que foram meus primeiros catequistas. Agradecimento especial à minha mãe que não está mais conosco, mas que de onde está, olha por mim. À Congregação pelo acolhimento, aos formadores e todos os confrades que direta ou indiretamente contribuíram com a minha formação.

O Neo-professo afirmou ainda que o tema de sua Profissão, “Servir ao Senhor com alegria”, norteará sua caminhada.

João Paulo é natural de Casa Grande, próximo à Conselheiro Lafaiete (MG), primo do Irmão Domingos, C.Ss.R., fez contato com a Congregação através dele. Ingressou na Comunidade Vocacional Santo Afonso em 2013 e, desde então, contou com o apoio dos formadores e da família para seguir a vocação religiosa.

A convivência próxima com o trabalho do Irmão Aníbal de Assis, C.Ss.R. deu ao jovem a oportunidade de perceber a importância do papel por ele desenvolvido e sua história na Congregação. Foi esta a motivação que o fez escolher ser um irmão redentorista.

 

 

Please reload

Destaque

Oração pelas Vocações Redentoristas

November 11, 2019

1/10
Please reload

Notícias recentes

Please reload

MÍDIAS SOCIAIS

 

Notícias

Acompanhe todas as notícias do Secretariado Vocacional Redentorista