Dez características do Missionário Redentorista

 

 

Os Missionários Redentoristas possuem uma jazida em suas mãos. Trata-se das “Constituições e Estatutos”, cujo conteúdo foi atualizado após o Concílio Vaticano II (1962-1965), no intento de resgatar os ideais fundacionais da Congregação e colocá-los em consonância com as propostas dessa nova primavera da Igreja. 

 

Quando rezo e medito esta “Bíblia Redentorista” percebo quão magnífico e profundo são os seus conteúdos, tanto normativos quanto espirituais. Em meio a tantas coisas bonitas e profundas, gostaria de compartilhar um pouquinho sobre o que tenho rezado e meditado, e que denominei como “10 características do Missionário Redentorista”. 

Esses 10 pontos encontram-se praticamente em toda a Constituição, principalmente no Art. 20. São eles: 

 

Homem de Fé

O Redentorista é um homem imbuído de fé, pois ele crê que Deus age até no inimaginável. Trata-se de um missionário que deposita sua vida em Jesus Cristo e, por meio Dele, procura perseverar mesmo quando as dificuldades aparecem.

 

Homem de Oração

O alimento que sacia a consagração do Redentorista é a oração. Com o espírito debilitado, é certeza de que sua vocação não será geradora de vida. Procura se alimentar diariamente do Pão eucarístico e também se dedicar ao menos uma hora por dia à vida oracional, além das orações comunitárias.

 

Homem da Caridade 

A Fé sem obras é morta, disse São Tiago (Ti 2, 17). Consciente de que Jesus passou pelo mundo fazendo o bem e distribuindo aos mais desfavorecidos o que lhes faltavam, o Redentorista é interpelado a dar continuidade às atitudes concretas – Jesus e a samaritana (Jo 4, 1-29); Jesus e Madalena (Lc 7, 36-50) etc... - que o Mestre realizou. 

 

Homem da Alegria

Somente através da alegria é que conseguiremos transmitir a confiança de que vale a pena seguira Jesus. Ele nos garantiu tudo. Não nos falta nada. O Redentorista deve ser o missionário que porta em sua consagração a alegria do seguimento a Jesus Cristo. O mundo é sedento por pessoas de uma alegria contagiante, felizes, que o faz vibrar com apenas um sorriso sincero. 

 

Homem Humilde

O Redentorista em sua vida missionária procura ser simples como o próprio Cristo foi e O é. Não é um homem apegado aos bens materiais, porque tem certeza e confiança de que Deus e o seu projeto de Reino são os maiores bens que se poderá portar. Procura, por meio de seu apostolado, falar em um linguajar que todas as pessoas sejam inseridas como participantes concretas das novidades hodiernas do Reino.

 

Homem dos Pobres e Abandonados 

O Redentorista não faz acepção de pessoas. Ele opta por aqueles que são os mais desfavorecidos material e espiritualmente da sociedade.

Thiago Leon
 

Homem de Esperança

Em meio a tantas escuridões o Redentorista procura ser um portador da mensagem de esperança para aqueles que se sentem no fundo do poço. Faz parte do carisma do missionário a vida de esperança garantida por Jesus Cristo. 

 

Homem da Liberdade 

Você só vive bem quando tem certeza de que sua vida é uma liberdade. Ser Redentorista é saber que a sua vocação é uma vocação que gera vida em meio às desgraças – drogas, violências, corrupção etc. - que são apresentadas a todos os instantes na sociedade. Para gerarmos vida buscamos viver a nossa vocação como pessoas livres para amar e para ser sinais da redenção de Deus. 

 

Homem da Misericórdia 

Jesus foi um grande exemplo de misericórdia. Ele passou pelo mundo contrariando os que se julgavam santos imaculados e sábios, e optando por aqueles que viviam às margens dos parâmetros pré-estabelecidos pelos que se diziam puros. Como um autêntico seguidor do Cristo Redentor, o Redentorista não é o homem da exclusão, mas da inclusão, que busca trazer para a roda os que estão à sua volta. O Redentorista é um homem da acolhida. Suas escolhas partem do parâmetro deixado por Jesus: “O que fizestes a um dos menores destes meus irmãos a mim o fizestes” (Mt 25, 40).

 

 

Homem Mariano 

A devoção a Nossa Senhora, Mãe do Cristo Redentor, faz parte da espiritualidade do Redentorista. Desde a fundação (1732), nós, os Redentoristas, temos a Virgem Maria como autêntica seguidora de Seu Filho. Nela, buscamos depositar a nossa confiança, para vivermos plenamente a consagração ao serviço dos nossos irmãos. O exemplo que herdamos de Maria no serviço faz com que nos coloquemos diariamente ao serviço para com os nossos irmãos e irmãs, especialmente àqueles que estão com os seus jarros de alegria e de esperança vazios.

 

Fonte: www.a12.com/redentoristas

 

Please reload

Destaque

Música: Instrumento de Evangelização

November 22, 2019

1/10
Please reload

Notícias recentes

Please reload

MÍDIAS SOCIAIS

 

Notícias

Acompanhe todas as notícias do Secretariado Vocacional Redentorista