Santo Afonso Maria de Ligório: modelo de vocacionado

 

 

Jovem e animado vocacionado redentorista, nossa Congregação está em festa por conta das celebrações em honra do nosso querido fundador, Santo Afonso. A você que nos acompanha, estendemos nossas alegrias e bênçãos por esse belo dia de 01 de agosto!

Santo Afonso foi um homem incrível que viveu na Itália do século XVIII. De origem nobre e rica, recebeu de sua família todas as possibilidades de uma excelente educação advindas das vantagens de pertencer à aristocracia; de um lar cristão, recebeu de seus pais a piedade e instrução na fé que lhe propiciaram grande abertura ao mistério de Deus; iluminado pelo Divino Espírito Santo, recebeu muitos dons e talentos aos estudos, artes, música e as virtudes morais. Enfim, sua influência na Igreja é visível até hoje e está estampada nos títulos que recebeu – Fundador, Bispo, Santo, Doutor da Igreja e Patrono dos Confessores e Moralistas –, registrada em seus mais de cento e onze (111) livros e livretos e encarnada na Congregação do Santíssimo Redentor.

 

Gostaria, porém, instruído vocacionado, aproveitando este primeiro dia do mês vocacional, de lançar um olhar para Afonso jovem. Como expomos acima, Afonso era um jovem talentoso do século XVIII, mas, no que se refere aos costumes de sua classe social, comum. Sua carreira nos estudos, nas artes e no direito não destoava em nada da de seus contemporâneos. Também no tocante à vida de fé não era diferente dos napolitanos de sua época, igualmente cristãos e piedosos. Ou seja, Afonso sentia-se bem em seu lugar social e também sentia-se contemplado pelo amor de Deus em seu estado de vida, por isso, não duvidou em fazer carreira como um jovem leigo cristão.

 

Satisfeito em seu lugar social, melhor advogado do Reino de Nápoles, Afonso não se furtou ao direito do verdadeiro questionamento vocacional. Em sua transparência diante de Deus, desde seus vinte e três (23) anos de idade, ele teve a coragem de perguntar por sua vocação. Percebendo os “para quês” da vocação, viu-se já vivenciando o primeiro ponto do chamada divino: num primeiro momento, “para quê” Deus nos chama? Ora, para estarmos juntos Dele, aprendermos Dele e vivermos como irmãos em comunidade. Muitos parariam satisfeitos nesta primeira constatação, mas, inquieto e profundo como era, Afonso percebeu o segundo “para quê”. Estar próximo de Deus, aprender Dele e formar comunidade é um dom que necessariamente se torna tarefa, ou seja, o cristão por natureza é missionário! Embora o jovem Afonso participasse das obras de caridade em favor dos pobres e enfermos, ele percebeu que apenas estas atividades não o completavam em sua busca interior. Percebeu que podia mais, fora chamado a algo diferente daquilo que seu pai sonhara para ele.

 

Rompendo com os planos do pai, Afonso não fugiu das crises pessoal e familiar que sua busca vocacional lhe impusera. Confiante no chamado de Deus e aceitando a missão que Deus lhe confiara, decide-se pela vida presbiteral junto aos mais pobres e abandonados de seu tempo. Cheio das luzes do Espírito Santo percebe que este não é um caminho unicamente seu, mas, comum a muitos homens de seu tempo e também a muitos que viriam depois dele. Por isso, fundou a Congregação Redentorista para pregar o Evangelho aos mais abandonados e também como lugar da realização vocacional de muitos jovens que também têm a coragem de tecer um olhar mais profundo para sua vida cristã.

 

Santo Afonso é, portanto, modelo de vocacionado para nós hoje porque ele nos inspira a olharmos com os olhos da fé para mais além das aparências e, confiantes em Deus, sermos corajosos em assumirmos nossa vocação com a decisão nascida do coração. Enfim, olhando para Santo Afonso, vemos alguém que se realizou e foi feliz na vida por ter assumido sua real vocação por não ter medo de trilhar os difíceis caminhos do discernimento vocacional.

 

Que você, jovem vocacionado redentorista, assim como Afonso em sua juventude, também tenha a coragem de se decidir por sua vocação, seja ela qual for, a fim de ser alguém feliz e realizado para o mundo de hoje!

Santo Afonso, modelo de vocacionado, rogai por nós e inspire muitos jovens a também seguirem confiantes os passos da vocação redentorista!

 

                                                                                        Pe. Bruno Alves Coelho, CSSR – Promotor Vocacional

Please reload

Destaque

Oração pelas Vocações Redentoristas

November 11, 2019

1/10
Please reload

Notícias recentes

Please reload

MÍDIAS SOCIAIS

 

Notícias

Acompanhe todas as notícias do Secretariado Vocacional Redentorista