Comunicado do Superior Geral

 

TESTEMUNHAS DO REDENTOR:
Solidariedade para a missão em um mundo ferido

 

Queridos congregados, irmãs, leigos associados e jovens,

 

No domingo, 11 de novembro, celebraremos o Dia Mundial de Oração pela Vocação Missionária Redentorista. Nesta celebração nos lembramos da data de fundação (09 de novembro) e damos graças pelo testemunho do Redentor dada por gerações de missionários redentoristas de todo o mundo ao longo dos últimos 286 anos.

 

Ao escrever hoje do Sínodo dos Bispos sobre o jovem, fé e discernimento vocacional, lembro-me que a nossa vocação missionária está no coração da missão da Igreja. E este sínodo também nos lembra que no coração da missão da Igreja estão os jovens, especialmente aqueles feridos ou marginalizados, migrantes ou abandonados. Hoje, ao acompanhar tantas mulheres e homens jovens no discernimento da sua vocação de discípulos missionários, somos chamados de uma forma muito especial a ser testemunhas proféticas do Redentor de forma autêntica.

 

O Sínodo nos permitiu lembrar as feridas sofridas por tantos jovens e famílias no mundo de hoje. Em todo o mundo, a grande maioria dos emigrantes é jovem. Muitos são expulsos de suas casas pela guerra, pobreza, perseguição religiosa... outros viajam das zonas rurais para os centros urbanos em busca de educação, emprego ou oportunidade de melhorar suas vidas. Outro grande número de jovens, mulheres e crianças é vítima do tráfico de seres humanos. E há outros que estão buscando significado, reconhecimento e propósito para sua existência.

 

Recentemente, falando sobre esta realidade, o Papa Francisco nos exortou a “não ter medo de descer ao inferno em que podem estar vivendo as pessoas ... sofrendo, seja humano, social, ou consciência ... devemos estar lá, tocar as feridas. E tocar as feridas do povo, tocar as chagas de Cristo. Nunca devemos ter medo disso, que é uma graça que recebemos das mãos do Senhor”.

 

Ao chegarmos a este Dia Mundial de Oração pela Vocação Missionária Redentorista, temos presente o Sínodo iniciado pelo Santo Padre, do qual muitos de nós já participou. A Assembleia do Sínodo, que se concluiu em 28 de outubro, não é o fim do processo. O Papa Francisco convidou-nos a continuar caminhando com os jovens nesta preparação para a Jornada Mundial da Juventude no Panamá e continuar após a implementação da fase pós-sinodal em cada continente, país e diocese. Neste processo de discernimento e compromisso, caminhamos juntos com nossas irmãs e irmãos jovens.

 

Ao mesmo tempo, apreciamos e celebramos o crescente número de homens e mulheres leigos chamados por Deus para partilhar a nossa vocação missionária como missionários e leigos associados. Agradecemos também a generosa resposta que tantos candidatos e confrades mais jovens seguem fazendo no processo de formação inicial.

 

Lembrando a viúva do Evangelho, no domingo de 11 de novembro, nós celebramos com gratidão por aqueles que, a partir de sua pobreza, “deram tudo o que tinham para viver”. As vidas de nossos irmãos mais velhos que perseveraram com alegria e esperança em sua vocação são um testemunho autêntico e profética do Redentor que nos chama, em solidariedade, para tocar suas feridas hoje.

 

Neste espírito, peço a cada comunidade redentorista que celebre este Dia Mundial de Oração em cada uma de nossas igrejas. Nos últimos anos, alguns têm dedicado um pedido especial na oração dos fiéis, outros têm agendada uma hora de adoração eucarística, outros aproveitaram a oportunidade para promover a nossa vocação missionária com a exibição de materiais sobre os Redentoristas. Outros, entretanto, voltaram-se para a coleta do Fundo de Solidariedade Redentorista (19 de dezembro), que é usado na formação inicial dos Missionários Redentoristas, especialmente nos países em desenvolvimento. Exorto-vos a ser criativo e atencioso; talvez este ano possa ajudar pedindo ideias e envolvendo grupos de jovens nesse planejamento.

 

Que possamos avançar no seguimento de “Cristo Redentor, com o coração cheio de alegria” (Const. 20), com a confiança de que somos enviados “como cooperadores, parceiros e servos de Jesus Cristo na grande obra da Redenção” (Const. 2). Que Maria, nossa Mãe do Perpétuo Socorro, nos acompanhe sempre. Santo Afonso, e todos os nossos santos, beatos e mártires nos inspirem e nos ajude com a sua intercessão.

 

Seu irmão em Cristo Redentor,

 

Pe. Michael Brehl, C.Ss.R.

Superior Geral

 

Fonte: http://www.provinciadorio.org.br

 

 

Please reload

Destaque

Oração pelas Vocações Redentoristas

November 11, 2019

1/10
Please reload

Notícias recentes

Please reload

MÍDIAS SOCIAIS

 

Notícias

Acompanhe todas as notícias do Secretariado Vocacional Redentorista