Beato Gaspar Stangassinger: 31 anos de sua beatificação

 

No dia 24 de abril de 1988, o Padre Gaspar Stanggassinger foi proclamado beato pelo Papa João Paulo II, na Praça de São Pedro, em Roma, Itália. O beato Gaspar é considerado patrono da formação inicial da Congregação e da Pastoral Juvenil Redentorista. Humilde, obediente e dedicado à oração, exerceu seu ministério como formador dos futuros Missionários Redentoristas. Por isso, seu exemplo inspira especialmente aqueles que estão envolvidos com as pastorais vocacional e da juventude.

 

Gaspar nasceu em 1871, em Berchtersgaden, Sul da Alemanha. Era o segundo de 12 irmãos. Entrou para o Noviciado Redentorista de Gars em 1892 e realizou sua ordenação sacerdotal em Regensburg, no ano de 1895. Faleceu muito jovem, aos 28 anos de idade, vítima de peritonite, no dia 26 de setembro de 1899, apenas quatro anos após ter sido ordenado sacerdote.

 

Mas os poucos anos como Missionário Redentorista foram intensos e abençoados. Homem de vida simples, amante da Eucaristia, trabalhador, bondoso e alegre, Gaspar Stanggassinger carregava um ardor apostólico que motiva até hoje os Redentoristas em sua missão.

 

“Sou sacerdote pela misericórdia de Deus ... Quero ser tudo para todos como instrumento nas mãos de Deus. Se pudesse escolher, ficaria entre os mais pobres, os mais abandonados e os mais simples. Esses são os que mais precisam de meu sacerdócio”. (Gaspar Stanggassinger).

 

Por Brenda Melo - Jornalista da Província do Rio

 

Please reload

Destaque

Música: Instrumento de Evangelização

November 22, 2019

1/10
Please reload

Notícias recentes

Please reload

MÍDIAS SOCIAIS

 

Notícias

Acompanhe todas as notícias do Secretariado Vocacional Redentorista